Configurando o VMware Cloud Foundation – Parte 2

Configurando o VMware Cloud Foundation – Parte 2

Antes de qualquer coisa, recomendo fortemente a leitura do artigo Conhecendo o VMware Cloud Foundation para ter um entendimento melhor sobre a solução em si.

Anteriormente vimos como fazer o deploy do management domain utilizando o Cloud Builder. Veja os detalhes aqui. Agora veremos como iniciar as configurações do VI domain utilizando o SDDC Manager.

Apenas reforçando: o Cloud Builder é utilizado apenas para o deploy do primeiro workload domain, a partir de agora não precisaremos daquele servidor para nada, pode até desliga-lo se preferir. Abra o endereço do SDDC Manager no seu navegador e efetue login com o usuário administrator@vsphere.local.

Antes de adicionarmos um workoad domain é necessário termos hosts ESXi disponíveis. Para isso clique em Hosts > Commission Hosts. Insira as informações e siga. Importante: garanta que o network pool que foi criado baseado nas informações da planilha tenha endereços IP disponíveis para estes novos servidores. Caso não tiver, você pode edita-lo em Network Settings. 

Os hosts ESXi serão adicionados ao SDDC Manager e devem ficar com o status de Unassigned, ou seja, não foram associados a nenhum workload domain.

Clique em Workload Domains > VI – Workload Domain. Selecione o tipo de armazenamento deste ambiente e continue. É claro que vou utilizar o vSAN para esta workload domain também.

Primeiramente defina o nome da infraestrutura virtual, organização e cluster. Depois digite as informações do novo vCenter que será criado.

Agora digite as informações para o novo NSX-T. Lembre-se dos endereços IP, registros DNS, VLAN de overlay, etc.

Como estou utilizando 03 hosts ESXi então o meu FTT será 1.

Aqui basta selecionar os 03 hosts que adicionamos anteriormente. Nos próximos passos selecione a licença, caso não tiver licenças suficientes, é possível adicionar mais clicando em Licensing. 

Se tudo sair como o esperado, em pouco tempo será possível visualizar o VCF-MGMT que é um workload domain do tipo management que criamos na parte 1 deste artigo e o VCF-VI do tipo Virtual Infrastructure que acabamos de criar.

Mais detalhes do workload domain recém criado.

Por fim a estrutura do vCenter ficou desta forma. Um vCenter, vSAN e NSX para o workload domain VI e outro para o workload domain management.

Quero escrever mais coisas sobre o VCF em breve, mas por enquanto é isso. Abraço e até a próxima!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.